• Dy Belmonte

Desprotetor Solar

Atualizado: 5 de Nov de 2019

Entenda de uma vez como eles funcionam e tenha liberdade para fazer suas próprias escolhas.



Êta assuntinho polêmico esse! Por que um produto tão novo, como o protetor solar, hoje é encarado como um consumo tão essencial, quanto se alimentar e hidratar?

Convenhamos, a atmosfera que servia para nos proteger está altamente prejudicada pela poluição acumulada. De uma visão holística, essa "epidemia solar" deveria ser tratada lá na raiz. Mas meu compromisso, aqui, é falar de cosméticos.

O protetor solar foi criado para nos proteger da radiação solar, que queima a nossa pele, acelera o envelhecimento cutâneo e, de maneira mais grave, pode desencadear o câncer. Mas a interação sol/pele está muito além do bronzeado e câncer. Vamos entendendo um pouquinho em frente.


O sol emite 3 raios ultravioleta: o tipo UVA, UVB e UVC

Raio UVC


Esse tipo de raio não chega a superfície da Terra porque é totalmente absorvido pela camada de ozônio, felizmente!

Raio UVB


Os raios UVB estão presentes mais intensamente no verão, no horário entre 10 e 16 horas. Eles atingem as camadas mais superficiais da pele, por isso não tem relação com câncer, mas são os causadores das queimaduras solares. Apesar disso, tem participação essencial na nossa produção de vitamina D. E vitamina D regulada no corpo é coisa séria: sua deficiência pode causar fraqueza muscular e óssea, fadiga, até depressão!

Raio UVA


O UVA é um raio que a gente não percebe, mas chega nas camadas mais profundas da pele, silenciosamente, causando alterações no DNA das células e liberando radicais livres. Esses radicais se ligam às proteínas da pele, acelerando seu processo de oxidação, causando o envelhecimento precoce, manchas e predispondo o surgimento de câncer. Ele tem pouca alteração de intensidade ao longo do dia e está presente mesmo em dias nublados.


História

Fonte: https://www.miamiherald.com/

Os cuidados com a exposição solar são bem antigos, do Egito existem registros do uso da Mamona (que se extrai o óleo de rícino, conhece? Em breve sai um texto sobre) e a pasta d'água que conheci através de relatos da população nordestina. Mas foi na Segunda Guerra Mundial, quando um farmacêutico percebeu as queimaduras dos soldados, que começou a desenvolver uma fórmula, baseada num tipo de petrolato vermelho (PABA). Dessa fórmula surgiu uma das marcas mais antigas de protetor solar.



Filtro Orgânico x Inorgânico

Hoje em dia os protetores solares são a combinação de bloqueadores químicos, os petrolatos, que absorvem os raios, e físicos, minerais de tonalidade branca que agem por reflexão.

Não confunda orgânico com natural! Os filtros solares orgânicos (químicos) se referem as suas cadeias aromáticas, mas na realidade são refinados do petróleo, altamente processados e que não degradam rapidamente. Filtros inorgânicos se referem ao fato de serem minerais, de baixo impacto ambiental e biológico.


Uma combinação de filtros físicos e químicos é feita para se obter um amplo espectro de proteção, pois alguns filtros não tem poder de proteger de ambos raios uv. Lembra qual raio uv causa queimaduras e qual predispõe ao câncer? O gráfico a seguir revela a ação de alguns filtros:

Óxido de Zinco é o principal ingrediente da pasta d'água, que por ser um produto de simples obtenção acaba sendo desmerecido pela indústria, que faz lobby do efeito esbranquiçado que deixa na pele. Mas você reparou, como eu, que o gráfico aponta como um dos únicos ingredientes com proteção UVA e UVB?


Óxido de Zinco e Dióxido de Titânio são minerais que não apresentam potencial de penetração e sensibilização a pele, e são largamente utilizados na cosmetologia natural, que comercializa artesanalmente, devido à falta de reconhecimento aqui no Brasil. Eles realizam uma proteção física da pele, necessitando de uma camada mais espessa para as partículas refletirem os raios. Existem marcas gringas que comercializam protetores solares físicos com essa composição, que é a nossa alternativa natural.


E analisando a foto acima, aplicando-se um pó facial, que acabamento te lembraria? O esbranquiçado pode ser neutralizado, e voilá: BB cream natural!


Impactos


Protetores solares tradicionais são considerados cosméticos de grau de risco 2 e tem largos históricos de irritabilidade e comedogênese (causar acne), devido à falta de compatibilidade com a pele, e causar a oclusão dos poros. Outro equívoco está no fator de proteção solar, pois o FPS, que vemos mais frequentemente nos rótulos, defende somente da emissão do UVB que causa vermelhidão, mas não do UVA raio cancerígeno, cujo fator de proteção é, na realidade, o PPD. Mas essa informação fica pouco esclarecida nas embalagens, não é mesmo?


Falando em impacto, os protetores solares tradicionais tem sido apontados como poluidores das águas e ameaça à vida aquática. O produto mais criticado é a oxibenzona, responsável pelo branqueamento dos recifes de corais e problemas de saúde em peixes, ouriços do mar e mamíferos marinhos.

Vitamina D e protetor solar


A oleosidade natural da pele interage com o raio UVB, produzindo um hormônio, a pró vitamina que, depois de absorvida pela corrente sanguínea, vai se transformar em vitamina D, no fígado. Apesar da pouca propriedade científica sobre esses processos, sabe-se até então, que o horário de melhor exposição ao UVB está em seu horário de pico, em torno do meio dia, expondo áreas extensas de pele, como braços, pernas e tronco. O tempo, depende do fototipo de cada pessoa, quanto mais alto, devido a maior resistência, necessita de mais exposição, mas como esse é o horário mais suscetível a queimaduras, trata-se de minutos.

Usar protetor solar com fps pode interferir nesse processo e ser uma das causas da deficiência de vitamina D no Brasil.

Por outro lado, o tempo de absorção na corrente sanguínea dessas substâncias pode levar horas, podendo ser perdida antes disso, devido aos banhos - culturalmente - repletos de espuma, aqui no Brasil. Eu falo um pouco mais disso no texto Faça as Pazes Com a Sua Oleosidade.

Fugir do sol ou abraçar?


Eu recomendo sempre a moderação. A exposição recomendada para a vitamina D não precisa envolver o rosto, então para quem se preocupa com envelhecimento precoce, pode prevenir usando chapéus, óculos de sol.


Felizmente no Brasil, 2019 está sendo um ano de evolução cosmética: duas marcas de maquiagem natural e vegana já tem fator de proteção solar comprovada nas suas bases e pós faciais. São produtos compatíveis à natureza da pele, biodegradáveis, que apresentam aspecto natural e ainda embelezam. Na minha opinião é o melhor protetor solar com cor que poderia existir. Alguma dúvida para trocar já a sua base sintética?



Fonte: Unsplash by DeMorri Byrd




Fontes: https://www.dermatologia.net/cat-a-pele/radiacao-ultravioleta-saiba-o-que-e-isso/

https://www.extremeuv.com.br/blog/voce-sabia/vitamina-d

https://nacoesunidas.org/protetor-solar-pode-contribuir-para-destruicao-dos-recifes-de-coral-alertam-especialistas/

http://www.scielo.br/pdf/abd/v86n4/v86n4a16.pdf

65 visualizações0 comentário
  • Ícone do Instagram Cinza
  • Ícone do Facebook Cinza
  • Ícone do Youtube Cinza

2019- Playcontent